ÚLTIMAS NOTÍCIAS
latest

Aniversário de Elis Regina é celebrado com biografia, show com convidados e site oficial

SIGA-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM

Elis Regina


Elis Regina foi uma das cantoras mais populares e versáteis da MPB. Interpretou diversos gêneros com qualidade poucas vezes vista na música nacional. Gaúcha de Porto Alegre, a Pimentinha dominou os anos 60 e 70 com uma maneira única de cantar composições de grandes ícones, como Tom Jobim, João Bosco, Milton Nascimento, Belchior e Edu Lobo. Caso estivesse viva, a cantora completaria 70 anos nessa terça-feira, 17 de março. Para celebrar essa marca, será lançado uma biografia, um show com convidados e um site oficial com material inédito da cantora (como a foto acima e as próximas três).

Nesta terça (17), estreia o site oficial de Elis Regina. O endereço vai reunir mais de 500 fotos da cantora, vídeos inéditos e áudios exclusivos. A biografia Viva Elis, escrita por Allen Guimarães, também será disponibilizada para download gratuito. Para quem perdeu a exposição Viva Elis, que foi montada em 2013, terá todo o conteúdo digitalizado no endereço.
Nos dias 23 e 24 de maio será realizado o show Elis, 70 anos. Na ocasião, vários cantores irão interpretar sucessos da carreira da cantora acompanhados por uma super banda. Num formato inusitado, o espetáculo trará Luis Carlos Miéle e João Marcello Bôscoli como apresentadores, contando histórias e chamando cada convidado ao palco. Até o momento, dois convidados já estão garantidos: Raimundo Fagner e João Bosco. A assessoria de imprensa responsável pelo evento disse que nos próximos dias novos nomes serão revelados.
Outra novidade para celebrar os 70 anos da cantora é o livro Nada Será Como Antes, do jornalista Julio Maria. As 400 páginas do livro reúnem dados obtidos por meio de 130 entrevistas. Apenas Chico Buarque se recusou a falar.
Entre as grandes revelações do livro, está uma explicação sobre a morte da cantora, em 1982. Embora o laudo oficial aponte ingestão de álcool como causa, chega-se à conclusão de que, de fato, a cantora morreu por exagero no consumo de cocaína. O namorado de Elis na época, Samuel MacDowell, sempre disse que acreditava nessa hipótese. Outro fator que reforça a suspeita é o fato do quarto onde o corpo da cantora foi encontrado ter passado por limpeza e troca de fechadura antes da chegada da perícia. Por ser um livro encomendado por João Marcello Bôscoli, filho da cantora, é surpreendente a clareza e veracidade como são tratados temas que, até então, eram considerados tabus.

Deixe um Comentário

« PREV
NEXT »